"Inimigo Oculto" espetáculo itinerante

Inimigo Oculto Foto: Rodrigo Menezes, Gi Duraes e Stefano Motta
0
0
0
s2smodern

Com direção de Rodrigo França e Andrea Bordadagua, espetáculo itinerante coloca público como voyer para propor reflexões sobre situações cotidianas

O palco pode ser uma casa, um apartamento ou qualquer cenário que nos remeta ao ambiente doméstico. O público é conduzido entre os cômodos e assiste cenas compostas por fragmentos de várias histórias que dispensam narração, pois todas são contadas através dos silêncios, diálogos e ações se tornando um voyer pronto para ver, sentir e refletir sobre as nuances das mais variadas relações que lhes são apresentadas. A peça estreia dia 06 de outubro, às 20h, na Casa Rio.

Inimigo Oculto aproxima o público de cada cena. E, na medida em que o espectador se percebe em um cenário do cotidiano, onde as ações são cometidas pela maioria das famílias, o espetáculo faz os espectadores sentir e refletir sobre as variações das violências nossas de todos os dias: machismo, sexismo, racismo e tantos outros “ismos”.

Embora a violência sofrida pelas mulheres seja o mote do espetáculo, as cenas são compostas de muita sutileza, mas nem por isso menos angustiantes, pois a interferência realista é maior do que a ficcional. O cenário ‘doméstico’, onde o espectador está inserido, foi escolhido intencionalmente como palco dessa encenação para aproximar o público da realidade, causar empatia imediata e provocar sentimentos, no mínimo, desconfortáveis.

“Possibilitamos que as pessoas vejam o quanto naturalizamos diversas violências, transmitindo um olhar diferenciado sobre as relações abusivas. A montagem teve sua concepção sob o conceito de provocar empatia e dessa forma, desejamos que o público reflita a partir da experiência cênica e de sua própria vida”, afirma a diretora Andrea Bordadagua.

Durante a pesquisa, feita coletivamente, todos os atores perceberam já ter passado por algum caso de violência doméstica, direta ou indiretamente.

Sinopse

Buscando trazer empatia e reflexão, Inimigo Oculto mostra, de forma itinerante, as diversas tipificações de violência à mulher: simbólica, psicológica, física, sexual e moral e como essas agressões foram romantizadas e naturalizadas.

Sobre a Companhia Ciclus

A companhia tem três anos e surgiu da necessidade de discutir temas contemporâneos, com textos autorais.

Fazem parte do coletivo: atores, autores, diretores e demais técnicos em arte.

Não há hierarquia institucionalizada, todas as decisões são tomadas de forma horizontalizada. As montagens são sempre a partir de pesquisas relacionadas às discussões sociais presentes. Refletem o tempo. Onde o confronto com a realidade presta um serviço artístico-político e usa a linguagem teatral para conscientizar, provocar e emocionar através da arte.

O primeiro trabalho foi ‘Última Tragada’, texto de Roberta Simoni e direção de Rodrigo França, encenado na Casa Clássica - RJ.

Uma das peculiaridades é realizar os espetáculos em espaços diversos, não restringindo à caixa teatral convencional. Entendendo que há necessidade de desmistificar para o público que o teatro só pode ser feito em palco italiano, assim, mostrando a necessidade de ocupar os demais espaços urbanos.

Serviço:

INIMIGO OCULTO

ESTREIA 06 DE OUTUBRO – 20H
Temporada: de 6 a 27 de outubro
Local: Casa Rio
Endereço: Rua São João Batista, 105. Botafogo – Rio de Janeiro – (21) 2148 -6999
Dias: Sábados, às 20h e Domingos, às 19h
Gênero: Drama
Duração: 50 min
Faixa Etária: 16 anos
Lotação: 40 lugares
Ingressos: R$ 40,00 (inteira) / 20,00 (meia)

Ficha Técnica

Texto: Roberta Simoni e Rodrigo França
Direção: Andrea Bordadagua e Rodrigo França
Elenco: Cláudia Barbot, Elisa Riqueza, Gi Durães, Mery Delmond, Neliana
Apem, Rogéria Cardeal, Luciano Segne, Renato Ribone, Rodrigo Nascimento e Stefano Motta.
Ator convidado: Leandro Melo
Músico convidado: Alexandre Valente
Direção musical, músicas originais e arranjos: João Vinicius Barbosa
Iluminação: Ana Luzia Molinari de Simoni e João Gioia
Figurino: Joana Couto
Programação visual: Juliana Barbosa
Fotografia: Alexander Oliveira
Assessoria de Imprensa: Duetto Comunicação
Direção de Produção: Mery Delmond
Produção Executiva: Elisa Riqueza e Rogéria Cardeal
Realização: Diverso Cultura e Desenvolvimento