0
0
0
s2smodern


 

Por Rubens Barizon
Repórter cultural do Jornal de Teatro



Quasar é um veículo de manifestação artística, que expressa através da dança contemporânea um desenvolvimento estético próprio e diverso. Foi fundada em 1988 por Vera Bicalho e Henrique Rodovalho, em Goiânia. A companhia mantém a renovação de seus bailarinos com a Quasar Jovem, e nesta entrevista foi representada pela voz da produtora  Giselle Carvalho, que as vésperas dos últimos preparativos para o embarque para a turnê internacional que engloba França, Luxemburgo,  Alemanha e Áustria, concedeu uma entrevista para o Jornal de Teatro que também fala de dança, especialmente neste mês, que se comemora o dia (29) mundial desta arte.

Jornal de Teatro - Qual seria o ponto forte da companhia?
Giselle Carvalho - Criatividade e qualidade. Prezamos muito pela qualidade do trabalho como um todo, tanto na criação artística como na produção refinada. Obras que mesclam diferentes linguagens cênicas, instalações artísticas, entre outros suportes e comunicações visuais. Em cena aberta, os holofotes iluminam no palco, na medida exata, espetáculos elaborados e sedutores. São obras que dialogam com uma rica diversidade de elementos estéticos e culturais, em narrativas não lineares, que permitem várias possibilidades de leitura. O prazer artístico imprime uma refinada segunda pele às interpretações irretocáveis da Quasar.  

JT - O Tour tem uma temática?
GC - Não. A turnê pela Europa no mês de abril deste ano é o resultado do convite de alguns produtores da França e Alemanha.

JT - Que coreografia será apresentada?
GC - O espetáculo a ser apresentado é “Céu na Boca” que teve sua estreia no ano de 2009.

JT - Quem são os bailarinos?
GC - Andrey Alves, Carolina Ribeiro, Daniel Calvet, João Paulo Gross, José Villaça, Marcos Buiati, Martha Cano, Paula Machado e Valeska Gonçalves que estão sob direção da Vera Bicalho, Henrique Rodovalho e Daniel Calvet. A Quasar ainda compõe o seu plantel de bailarinos com a estagiária Flora Maria.

Além dos profissionais de direção, também fazem parte do processo de criação e preparação, os professores Tassiana Stacciarini (Ballet clássico), João Paulo Gross e Marcos Buiati (Dança contemporânea), Valeska Gonçalves (Yoga). Assinam o figurino e a cenografia, Cássio Brasil e Henrique Rodovalho, respectivamente.

Neste ano a Quasar Cia não conta com um patrocínio fixo para a manutenção da Cia., apenas com um patrocínio pontual, exclusivo para montagem do espetáculo comemorativo dos 25 Anos da Quasar.