0
0
0
s2smodern

Os cariocas terão mais uma chance de conferir a peça “O Abacaxi”, que após uma pequena temporada de sucesso, em julho, no Espaço Cultural Sergio Porto, volta aos palcos para mais seis apresentações, de 12 a 27 de agosto, no teatro do Tablado, na Lagoa. Em cena, os atores Veronica Debom e Felipe Rocha dividem o palco para falar sobre o amor e alguns de seus possíveis formatos. Com direção de Debora Lamm, a montagem marca a estreia de Veronica no teatro como dramaturga e também da parceria com Felipe, com quem é casada há quatro anos.

“Não é uma peça sobre relações tradicionais. É sobre o caos no amor, sobre as diferentes tentativas de combinações no encontro amoroso”, conta Veronica, que foi incentivada pelo marido a escrever a peça. Os dois já trabalharam juntos no cinema e na TV, mas será a primeira vez contracenando nos palcos. “O Felipe já escreve e sempre insistia para que começasse também. O Abacaxi é um texto de humor ácido. Sinto-me à vontade fazendo comédia”, diz a atriz e autora, que faz parte do elenco do programa Tá no Ar, da Rede Globo, desde a primeira temporada.

A obra fala dos dilemas de diferentes gerações: de um lado uma que, mesmo acostumada com outros modelos de família (mães solteiras, divorciadas, etc.), permanece influenciada pelo tradicionalismo de casamentos duradouros, com casas capitaneadas pelas mulheres; e do outro, uma de filhos que diluem os modelos de relação e encaram com um olhar mais livre novos tratos amorosos para além das normas tradicionais. Em cena, esses conflitos são vividos através dos mais variados tipos de casais _ um casal que busca cumplicidade na tentativa de abrir sua relação para outras pessoas, um trio amoroso, um casal de amigos _ que em comum têm a busca por um amor que liberte.

Para dirigir todos esses personagens e situações amorosas, Veronica convidou a amiga e parceira, Debora Lamm, que, por sua vez, convidou Fabiano de Freitas para dividir a função como colaborador artístico. “Sempre fui muito fã da Debora”, comemora a atriz. Segundo Debora, a montagem aborda a transição que o nosso tempo vive em relação ao amor e às combinações que tentamos estabelecer para lidar com ele. “O Abacaxi é uma peça que fala com irreverência sobre esse amor livre que ainda está em construção”, comenta a diretora.

A cenografia de Mina Quental dá o toque final nessa salada amorosa. Para compor a ambientação dos diferentes casais inseridos nessas relações caóticas nem tanto convencionais, Mina optou por colocar os móveis e objetos típicos de todo o lar fora de sua função habitual. A geladeira, por exemplo, é o guarda-roupa. A bateria está no meio da cozinha. A cama está suspensa no teto e por aí vai. A trilha sonora fica por conta de Rafael Rocha, que além de tocar bateria ao vivo também interage em cena com o casal. Para completar o time, Debora convidou o parceiro, Rafael Faustini, da Faustini Produções, que está desde o início à frente da produção do projeto.

FICHA TÉCNICA:
​Autora: Veronica Debom
Direção: Debora Lamm
Colaboração Artística: Fabiano de Freitas
Elenco: Veronica Debom e Felipe Rocha
Direção Musical: Rafael Rocha
Direção de Movimento: Alice Ripoll
Cenografia: Mina Quental
Assistente de Cenografia: Éllen Rambo
Figurino: Luiza Fardin
Iluminação: Ana Luzia de Simoni e João Gioia
Programação Visual: Lucas Canavarro
Assessoria de Imprensa: Fernanda Lacombe (Lage Assessoria)
Direção de Produção: Rafael Faustini
Produção Executiva: Rachel Lamm
Realização: Faustini Produções

SERVIÇO:
“O ABACAXI”
Local: Teatro do Tablado 9 (Av. Lineu de Paula Machado, 795 - Lagoa, Rio de Janeiro).
Telefone: (21) 2294-7847
Temporada: 12 a 27 de agosto.
Horário: 21h (sábados) e 20h (domingos).
Preço: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia)
Classificação: 14 anos.
Duração: 80 min.
Capacidade: 147 lugares
Sinopse: a montagem aborda a transição dos tempos atuais em relação ao amor e às variadas combinações possíveis para lidar com ele. Uma peça de humor ácido sobre a busca pelo amor que liberta e que ainda está em construção.